Cromoterapia

A Cromoterapia como tratamento

Ao trabalhar com as cores para fins terapêuticos, o cromoterapeuta deve, antes de tudo, estar em equilíbrio físico, mental e espiritual.
O cromoterapeuta deve analisar detalhes, buscando associar os sintomas às causas emocionais.
Na cromoterapia a cura se dá quando conseguimos ao mesmo tempo: restabelecer o equilíbrio bioenergético do corpo e eliminar a forma pensamento negativa causadora da doença.
Muitas das doenças que afetam o homem tem sua origem na aura, ou seja, as doenças se estabelecem primeiramente à nível emocional/mental que mais tarde podem somatizam-se causando a doença no corpo físico.
A cromoterapia não trata apenas os sintomas, ela dirige-se à causa do desequilíbrio energético, ou seja, ela atinge o campo energético dos órgão e sistemas.
Atenção: O uso das cores não dispensa o tratamento médico.

Vermelho
Laranja
Amarelo
Verde
Azul
Índigo / Aníl
Violeta
Rosa
Branco

cromoterapia-2

Formas de tratamento

Água Solarizada
Para fazer a água solarizada você pode usar garrafas ou copos coloridos, pintados com tinta vitral ou revestidos com papel celofane . Use sempre água filtrada ou da fonte, não encher até a borda. Coloque a garrafa ou o copo no sol (entre 8:00h e 11:00h) para que a água possa ser energizada. O tempo necessário para energizar a água dependerá da intensidade do sol. (quando o dia está nublado eu deixo a manhã inteira, quando o dia está bom eu deixo por 2 horas). Você pode usar esta técnica com óleo de amêndoas; apenas em tratamentos de uso externo. Ideal é fazer a água solarizada todos os dias, pois algumas cores deterioram-se em pouco tempo. Por exemplo as cores quentes (vermelho, laranja e amarelo) deterioram-se em 2 dias; as cores frias, podem durar até uma semana se guardadas na geladeira.

Lâmpadas coloridas
Para usar a luz de lâmpada coloridas você pode adaptar spots (fixo) ou bastão com bocal com lâmpadas de 25 Watts com a cor necessária para o tratamento.
No caso do spot fixo, as lâmpadas devem ser direcionadas para a região afetada no paciente, que pode estar deitado ou sentado.
No caso do bastão, você pode aplicar em movimentos circulares, no sentido horário, numa distância de 5 a 10cm da pele.
O tempo de exposição de cada cor varia de 3 a 10 minutos.

Janelas coloridas
Nas janelas, onde os raios de sol penetram (de preferência no período da manhã), você pode colocar papel celofane, na cor necessitada . Sente-se sob a projeção da luz. Tempo de exposição aproximadamente 5 a 10 minutos.

Cromoterapia como complemento no tratamento de algumas doenças
Podemos destacar os Egípcios, os Gregos, os Chineses e Indianos.
Veja abaixo alguns dos casos onde a Cromoterapia pode ajudar:

Anemia: respiração, ingestão de água e alimentos da cor vermelha. Aplicação de luz vermelha na sola de cada pé por 5 minutos, prosseguindo pelo mesmo período pela barriga da perna, joelhos, coxas e base da coluna. Encerrar a aplicação, com a irradiação da cor verde ou azul, por alguns minutos.
Ansiedade: Banhos de luz, azul e verde no corpo todo e ingestão de água solarizada.
Asma: Respirar e ingerir água na cor laranja e ter uma atitude mental positiva e otimista. Aplicar a cor laranja no peito e na garganta, por 10 minutos. Quando apresentar melhoras, usar a luz azul na garganta por 15 minutos.
Azia: banhos de luz amarelo e verde, localizados.
Bronquite: Respirar a cor laranja e tomar suco de limão e laranja. Aplicar a luz laranja no estômago e abdome, por 10 a 15 minutos ou mais de acordo com as necessidades do paciente.
Cansaço: banhos de luz azul e verde no corpo todo.
Catarata: Respirar o raio índigo. Banhar os olhos com água solarizada índigo. Coloca panos embebidos na água solarizada índigo na fronte. Num segundo estágio, aplicar a cor índigo nos olhos e na fronte por 30 minutos.
Coceira: banhos de luz azul e verde ou compressas com água solarizada
Conjuntivite: banhos de luz azul e violeta ou compressas com água solarizada.
Constipação: Respirar e tomar pequenas quantidades de água solarizada amarela. Aplicar luz amarela no estômago e abdome, durante 20 minutos, à noite e pela manhã.
Cortes: Aplicar água solarizada ou banhos de luz índigo para estancar a hemorragia.
Dispepsia: Respiração e ingestão de água com raios amarelos. Aplicar no plexo solar, durante 30 minutos a cor amarela, 2 vezes ao dia.
Dor de cabeça: banho de luz azul, localizado e ingestão de água solarizada, quantas vezes for necessário.
Dor de Garganta: aplicar luz azul na garganta durante 15 minutos, Fazer gargarejos com água solarizada azul a cada 2 horas.
Espinhas no rosto: banhos de luz localizados azul e verde e banhos com água solarizada azul.
Falta de apetite: banhos de luz laranja, visualizar a cor laranja.
Febres: Aplicar a luz azul no centro da inflamação e ingestão de água solarizada azul.
Flatulência: Tomar, pequenas quantidades de água solarizada amarela entre as refeições.
Friagem: banhos de luz vermelha no corpo todo.
Inflamação nos ouvidos: Aplicar luz índigo e ingerir água solarizada índigo, 2 vezes por dia.
Insônia: Aplique a luz azul e índigo.
Irritabilidade: Banhos de luz, verde e azul, no corpo todo e água solarizada (3 copos por dia).
Queimaduras: Aplicar luz azul para aliviar a dor.
Rouquidão: Tomar água solarizada azul em pequenos goles. Aplicar luz azul na garganta a cada meia hora. Respirar o raio azul no amanhecer.

Obs: a Cromoterapia não dispensa o tratamento médico

cromoterapia-3Texto de Teresa Kam Teng para o site Somos Todos Um

  • Teresa como utiliza o óleo e acu nessa aplicação? Não entendi pois vi que pode-se utilizar o óleo e li tbm que o açúcar ,mais não foi explicado.,você saberia me informar? Gratidão e um Maravilhoso dia

    • Administrador

      Olá,

      Esse é um texto do site Somos Todos Um veja, “Texto de Teresa Kam Teng para o site Somos Todos Um” entre em contato com a Teresa por lá.
      Abraços