Odu EJÍOLOGBÓN

O Odu Ejiologbon

Êjilobon é um odu do oráculo de ifá, representado no merindilogun com treze conchas abertas pela natureza e três fechadas. Nesta caída responde Nanan, Omolu, Egun, Obaluaye, Iku. Significa que a pessoa trabalha muito e ganha pouco, tudo que recebe acaba perdendo. Tem grandes dificuldades amorosas, trocando de parceiros varias vezes na vida e com tendência a solidão. Apesar de ter problemas nos ossos, artrite, artrose, coluna e dores no corpo tem longevidade.
Este é o verdadeiro odu de Nanã, o odu que pode ser considerado o odu da morte ejilogbon (ejilobon) ou oye ku
Rege As pernas, coluna, costas, espinhela caída.
Corresponde ao ponto cardeal Oeste.
A pérola negra e o quartzo fumado são excelentes catalisadores de vibrações positivas deste Odu.
Traz problemas de visão, de estômago, aparelho digestivo em geral, bexiga, útero, queda de temperatura do corpo, perturbações emocionais e alucinações fantasmagóricas.
Também significa doenças passageiras.
As pessoas que estão sob o domínio desse odu vencem as maiores dificuldades, mas não tem muita sorte com o amor e vivem com perturbações.

Esse odu representa morte, mas também pode representar fim de sofrimento e inicio de nova vida.
É um Odu feminino representado esotericamente por um círculo inteiramente negro, ao contrário de Ejionilê (Ejiogbê).
Oyekú é à noite, ao contrário do dia. A morte, o inverso da vida.
Alguns adivinhos afirmam que este foi o primeiro Odu a ser criado, tendo perdido seu lugar para Ejionilê.
Esta opinião prende-se ao fato de que as trevas existiam antes que fosse criada a luz. Oyeku é exatamente o contrário de Ejionilê ou a sua complementação. Representa o Ocidente, à noite e a morte.
Quando Ejionilê veio a Terra não existia a morte. Oyeku a introduziu e dele depende o chamamento das almas e suas reencarnações após a morte.
Oyeku Meji (Ejiologbon) participa
Dos rituais fúnebres e um pouco das guerras.
É ele quem comanda a abóbada celeste durante a noite e o crepúsculo.
Devido a sua influência direta sobre a agricultura e toda a produção agrícola, aqueles que nascem sob este signo poderão ser excelentes agricultores.
Todos reconhecem neste Odu, uma enorme influência e uma estreita relação com a Terá que reafirma sua condição de oposição a Ejionilê que comanda o céu.
Oyeku Meji (Ejiologbon) ensinou os homens a alimentarem-se de peixes.
Com este signo vieram ao mundo o couro de crocodilo, o focinho do hipopótamo, o chifre do rinoceronte, e todos os animais (de pelo ou penas) que possuem hábitos noturnos.
As nodosidades das madeiras e os nós das cordas.
Representa tudo o que é neutro, ineficiente, fatal, o conformismo, aquilo que cai, que se decompõe.
É o declínio do sol, o final do dia, o fim de uma etapa.
Anuncia um acontecimento nefasto, uma notícia desagradável, um falecimento, uma condenação na justiça.
Determina sempre o fim radical de uma situação ou que pode ensejar ou não, o surgimento de uma nova condição.

Regente
Nanã com influência de Obaluaê

Quem fala por esse Odu
Nana, Yami Osorongá, Omolu, Osá, Olokun, Oyá, Ogun, Exu, Egun e Ori.

Elementos
Terra

Cores
Suas cores são o negro e o branco nacarado e o cinza prateado.

Proibições
Aos filhos desse Odu é vedado destruir, seja por fogo, veneno ou algum outro modo qualquer tipo de formigueiro.
Não pode beber vinho de palma e nem usar perfumes fortes e roupas vermelhas.

Positivo
Este Odu traz lutas difíceis, astúcia, sagacidade e destreza para conseguir fortuna ou bem estar.
No positivo, conseguirá tudo com êxito e sucesso.
Atividades ligadas à comunicação.
Mudanças para melhor, fim de uma situação desagradável, boa orientação de alguém que deve ser seguida, desmascaramento de certa pessoa que vem agindo com falsidade, intuição correta, capacidade de convencer, eloqüência, fidelidade no amor, neutralidade em relação a uma briga ou disputa envolvendo outras pessoas.
Pode, de um momento para o outro haver o fim de um longo sofrimento e surgir um novo horizonte cheio de surpresas.

Negativo
traz morte, destruição, ruínas, em caso de pessoas com problemas na família que poderá trazer a morte. Está sujeita a trabalhos de feitiçaria em cemitérios ou enterrados em outros locais.
Analise bem sua caída e confirme mais de uma vez, pois pode ser a cabeça pedindo obori.
Golpes, paixão, amor impossível, sonhos que não se realizam, fantasia e ilusão, resignação a tudo, à doença, ao progresso, à dor, ao luxo, à pobreza, enfim, tudo, para o alto bem como para o baixo astral, ineficiência, incapacidade de tomar decisões, queda de situação, morte do consulente ou de pessoa a ele ligado.
Fala principalmente de morte de pessoa do sexo feminino.
Notícias ruins que estão para chegar. Rompimento definitivo de qualquer relação, esgotamento de possibilidades e recursos.
Este Odu traz inveja, vida e lutas difíceis, muitas dívidas, sagacidade e destreza para conseguir fortuna ou bem-estar, trabalhos feitos para te derrubar e te arruinar.
Muita doença e tristeza. Cabeça fraca. Envolvimento com paixões difíceis e impossíveis, traições, desprezo.
Esse Odu é um dos mais velhos e as pessoas regidas por ele poderão vencer as maiores dificuldades, mas não possuem muita sorte no amor e por isso vivem constantemente perturbadas, porém não deixam de ser trabalhadoras, honestas ao extremo, possuem muita vontade própria, são muito conscientes, sensíveis quando se sentem agredidas e tornam-se momentaneamente vingativas.
As pragas e os feitiços das pessoas desse Odu são por demais perigosas e com muito efeito, e infelizes serão os seus inimigos os quais tentarem guerrear ou cair no desagrado.

Atenção
Para manterem seus signos sempre no positivo devem banhar-se com folhas de cabaceiras e algas.
Quando ele se apresenta, costuma indicar a morte para o consulente ou para pessoa da família.
É o tipo de morte quase sempre por feitiços feitos principalmente em cemitérios, pois ele tem envolvimento muito próximo a Egun.
Para as pessoas que se encontrarem doentes, qualquer posicionamento será perigoso, com exceção e unicamente quando cair à direita (lado do futuro positivo).

Personalidade
Os filhos deste Odu são pessoas dóceis, de temperamento mórbido, que preferem ser dirigidas e orientadas por alguém em que depositam confiança cega.
Preferem viver em grupo.
Costumam vencer suas dificuldades, porém não tem sorte no amor e levam uma vida com perturbação.
São trabalhadoras, honestas ao extremo e possuem grande vontade própria.
Tem facilidade de descobrir novos caminhos e assim recomeçarem com uma nova vida de sucesso e amor.
Pessoas com esse Odu aceitam com resignação os sofrimentos físicos, emocionais e espirituais, conscientes de que todas as situações da vida são transitórias.
Além disso, sua profunda fé termina por lhes assegurar vitória. Não têm muita sorte no amor.
Dotadas de mão de cura, se destacam nos serviços médicos e de assistência psicológica e nas terapias alternativas.
Seus pontos vulneráveis são o baço e o pâncreas.
São teimosos, rancorosos, humildes, impacientes, zelosos, dóceis, conservadores. Possuem difícil trato, são bastante introspectivos. Em geral são pessoas com temperamento e aparência de pessoas mais velhas.
Tem pavor da morte. aparentam possuir uma felicidade que na verdade inexiste.

  • como posso positivar esse odu de forma mais simples,grato ricardo

    • Administrador

      Olá Ricardo,

      Você tem que fazer um trabalho/ebó para trazer ele para o positivo, não existe outra forma, mas antes só o jogo de búzios irá dizer se é necessário.
      Vá jogar búzios com alguém que jogue e trabalhe os Odús pois pode ser que você queira trazer esse para o positivo e na verdade precise trazer um Obara ou um Odi por exemplo.

      Abraços