O Odu e o seu destino

O Odu, seu destino e suas caratcterísticas

Existem dezesseis Odus maiores. Quando combinados, existem um total de 256 Odus acreditando referir-se todas as situações, circunstâncias, ações e consequências na vida. Estes constituem a base do conhecimento tradicional yoruba espiritual e são a base de todos os sistemas de adivinhação yoruba.

Odu é um conceito do Culto de Ifá mas também usado no candomblé, interpretado no merindilogun, na caida de búzios.

Odu-destino

A palavra odu vem da língua yoruba e significa destino. Cada Homem (Ser) possui o seu destino, hora com passagem que se assemelham a de outros mas sempre com alguma particularidade. Isso é melhor compreendido com o estudo do Odu, pois odu é o destino de cada um. Para esse estudo são usadas diversas técnicas ou métodos, como por exemplo Cabalas, Oráculos, Merindilogun, Ifá, Ikin, ect

A consulta através dos Odus pode ser interpretado pelo Oráculo de Ifá, com os Odu Meji (duplos destinos ou repetidos duas vezes) são em número de 16 e conhecidos como Odu Originais ou Principais.

A arte da advinhação já era praticada no antigo Egito, na Índia milenar, na Grécia, terra de Oráculos e pitonisas, no Sinai, além de muitas outras terras que foram berço de nossa civilização. Os árabes sabiam ler o destino nas areias, os chineses na folha de chá, povos nômades, como os ciganos, nos legaram a quiromancia (leitura das mãos).”

No sistema Ifá, que é o sistema de adivinhação yoruba, os 16 odus são os caminhos da vida. Cada pessoa tem o seu odu.

O sistema geomântico, usa 16 conchas, ou grãos, ou cocos, conforme a região. A forma de lançar os búzios possibilita 256 combinações ou figuras, e para cada uma delas existem versos que são decorados pelo babalawô. O sistema, hereditário, exige longo aprendizado e provas.

Os 16 Odus (Destinos) Originais ou Principais. Os 16 Odu originais ou principais, seus nomes, representação em Ifá, ordem de chegada no Àiyé (Terra) e ordem de caída para consulta ao Oráculo.

Um búzio aberto – ÒKÀNRÀN
Dois búzios abertos – ÉJÌÒKÒ
Três búzios abertos – ËTÀÒGÙNDÁ
Quatro búzios abertos – ÌRÒSÙN
Cinco búzios abertos – ÒSÉ
Seis búzios abertos – ÒBÀRÀ
Sete búzios abertos – ÒDÍ
Oito búzios abertos – EJIONÍLE
Nove búzios abertos – ÒSÁ
Dez búzios abertos – ÒFÚN
Onze búzios abertos – ÒWÓNRÍN
Doze búzios abertos – EJÍLÀSEGBORA
Treze búzios abertos – EJÍOLOGBÓN
Quatorze búzios abertos – ÌKA
Quinze búzios abertos – OBÈÒGÙNDÁ
Dezesseis búzios abertos – ALÁFIA